• Henrique Alves

Bateria do MacBook dura mais tempo do que o esperado e equipe achou que era bug

Equipado com o M1, o dispositivo ficou ligado cerca de 6 horas a mais do que o habitual com processador Intel


Bob Borchers, vice-presidente de marketing de produto global da #Apple, disse em uma entrevista ao Tom's Guide que as baterias dos #MacBooks Pro equipados com o processador #M1 superaram as expectativas da Apple, tanto que, segundo o executivo, durante a avaliação, a equipe da empresa acreditou que havia erros nas métricas de capacidade.


No teste de navegação na web, o produto com M1 ficou ligado por 16 horas e 25 minutos, enquanto o limite de tempo do dispositivo com processador Intel foi de 10 horas e 21 minutos. Essa diferença óbvia surpreendeu os profissionais.


"Sentamos e esperamos por algumas horas, mas o desgaste normalmente não ocorreu. Então pensamos: “Algo deu errado. Há um problema com o sistema. Mas, na verdade, estava tudo funcionando como deveria. Foi incrível", detalhou Bolches.


Mesmo ao executar aplicativos não nativos para processadores Intel, eles podem manter o desempenho usando o conversor Rosetta 2. “A conversão ocorreu conforme o esperado”, enfatizou.


MacBooks M1 Pro, no entanto, têm deficiências em jogos. Sobre o assunto, Tim Millett, vice-presidente de arquitetura de plataformas, disse no mesmo chat que a Big Technology está ciente dessa situação e espera atender às necessidades dos gamers, pois acredita ser esse o público mais exigente.


Com informação TecMundo






VEJA TAMBÉM