• Henrique Alves

Windows 365, o futuro dos computadores em nuvem anunciado pela Microsoft

O serviço permite rodar o Windows a partir de qualquer computador, tablet ou celular com acesso à internet.

Windows 365
Windows 365 (Imagem: Divulgação/Microsoft)

O serviço de nuvem é a cada dia mais difundido e a própria #Microsoft é uma das pioneiras nesse ramo e, apostando ainda mais, a gigante de tecnologia anunciou o #Windows365 que, além do nome compartilhado com tão conhecido #Office365, também tem a semelhança de possibilitar ter o Sistema Operacional completo rodando totalmente pela internet.


Além disso já ser algo muito interessante, a marca explicou no lançamento que o Windows 10 ou o Windows 11, quando estiver disponível, em qualquer dispositivo, seja ele um #computador, #tablet ou #celular. O foco principal é em produtividade — a Microsoft está apostando no serviço agora que cada vez mais empresas adotam o trabalho remoto.


De acordo com a Microsoft, seu serviço de PCs em nuvem foi baseado no Azure Virtual Desktop, e pode ser acessado por navegadores ou pelo aplicativo Remote Desktop, por #Macs, #iPads, máquinas com #Linux e dispositivos com #Android.


“Você pode continuar de onde parou, porque o estado do seu PC na nuvem permanece o mesmo, mesmo quando você troca de dispositivo”, explicou Wangui McKelvey, gerente geral do Microsoft 365. Além disso, a usabilidade é a mesma, pois todos tem familiaridade com o Windows.


Windows 365
Windows 365 (Imagem: Divulgação/Microsoft)

PREÇO


Os preços devem variar de acordo com o tamanho da instalação, e serão pagos em forma de assinatura, da mesma forma que você faz com a #Netflix ou #Spotify. É possível escolher até oito CPUs, armazenamento de até 512 GB, memória RAM de até 32 GB e o número de dispositivos que poderão usar a mesma conta. Inicialmente, há dois SKUs: Business e Enterprise.


Windows 365
Windows 365 (Imagem: Divulgação/Microsoft)

LANÇAMENTO


O Windows 365 será lançado em 2 de agosto apenas para empresas nos Estados Unidos, com valor de assinatura mensal por usuário ainda não divulgado. A data de lançamento no Brasil ainda não foi definida.

VEJA TAMBÉM